Verificação de Dados

Ato de verificar afirmações fatuais em texto não-fictício, para determinar a veracidade e correção das afirmações no texto. 

A pesquisa é realizada por organizações de verificação de fatos e, apóia a noção de que mais de uma fonte de verificação de fato deve ser consultada, para chegar a um consenso de opinião sobre as declarações que estão sendo verificadas.

Verificadores de fato são principalmente úteis na captura de erros acidentais, e não são garantia garantida contra aqueles que desejam cometer fraudes jornalísticas

A verificação política dos fatos é muitas vezes criticada por ser jornalismo de opinião, o que limitava utilidade da verificação de fato para os cidadãos que tentam decidir qual versão das realidades disputadas acreditam.

Pode ser feita antes (ante-hoc) ou depois (post-hoc) o texto ter sido publicado ou disseminado.

  • Post hoc - Os estudos de verificação de fatos post hoc geralmente resultam em mudanças no comportamento, tanto do falante (tornando-os mais cuidadosos em seus pronunciamentos) quanto do ouvinte ou leitor (tornando-os mais exigentes em relação a exatidão fatual do conteúdo). 

A verificação de dados pode ajudar a melhorar o discurso político aumentando os custos de reputação ou os riscos de espalhar informações erradas para as elites políticas. 

  • Efeito de Retrocesso - Efeito no qual corrigir informações falsas pode fazer com que os indivíduos partidários se agarrem mais fortemente às suas opiniões. De modo geral, os cidadãos prestam atenção a informações fatuais, mesmo quando essas informações desafiam seus compromissos partidários e ideológicos.