Metacomunicação

Metacomunicação é um conceito usado no âmbito da Psicologia Sistémica e no estudo e compreensão da comunicação interpessoal. É um processo pelo qual o emissor tenta passar em sua mensagem a maneira como ela deve ser interpretada. Estuda a capacidade de comunicar sobre a dinâmica da comunicação entre interlocutores e, é entendida como a informação sobre a informação. 

Toda comunicação tem um aspecto de “conteúdo” e um de “forma”, sendo que a forma classifica o conteúdo. O conteúdo transmite os “dados” da comunicação, já a forma transmite como esta comunicação deve ser entendida. Por isso, expressões faciais, gestos, tom de voz constituem formas de metacomunicação, uma vez que classifica e elucida sobre a comunicação estabelecida entre duas pessoas.

Natureza da Metacomunicação 

O comportamento não-verbal (expressões faciais, gestos, tom de voz constituem) transmite mensagens sobre a comunicação entre os interlocutores é uma forma de metacomunicação. Ela define o nível da relação dos indivíduos. O comportamento não verbal dá forma ao conteúdo verbal, podendo confirmar ou adicionar-lhe informação, consoante o conteúdo da mensagem seja ou não coerente com o que transmite não-verbalmente.

É possível ainda, de forma complementar, metacomunicar através de linguagem verbal, com o objetivo esclarecer o interlocutor sobre o sentido e significado da comunicação. Com isso, o indivíduo maximiza o enquadramento e a compreensão da sua mensagem por parte do seu interlocutor, tornando a comunicação mais eficiente. 

Técnica de Metacomunicação 

É utilizada em geral quando queremos expressar algum sentimento humano, mas de forma não invasiva à uma pessoa, como uma forma de preparação para que a pessoa receba a mensagem sem constrangimento ou espanto. A metacomunicação é utilizada como um prelúdio daquilo que se quer comunicar, por exemplo, ao noticiar fatos ruins, ao pedir atenção, ao dar alguma advertência. Pode-se usar de gestos, olhares, expressões corporais e faciais para dar mais ênfase ao que queremos comunicar e ao modo como queremos ser interpretados