D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

Emoticons

O termo emoticon é a aglutinação da palavras inglesas: emotion (emoção) e icon (ícone), e consiste na utilização de caracteres gráficos para representar emoções humanas. O primeiro emoticon criado foi desenvolvido em 1982 pelo norte americano Scott Fahlman. Foi a representação de um rosto feliz “:-)”.

Emojis

Emoji é uma palavra de origem japonesa. É composta pela junção dos elementos (imagem) e MOJI (letra). É um pictograma ou ideograma, ou seja, uma imagem que transmitem a ideia de uma palavra ou frase completa. Os emojis são muito úteis para transmitir mensagens de forma rápida e sem a necessidade de textos explicativos.

Publicidade

Para Juarez Bahia "[...] vem do latim publicus = público, ligado a publicação, difusão conhecimento amplo das coisas. Em francês, publicité; em inglês, advertising tornou-se mais próprio que publicity, para significar ação planejada e racional, desenvolvida em mensagens faladas ou escritas, através dos veículos regulares de comunicação, para divulgação das vantagens, qualidades ou serviços de um produto, uma marcam uma ideia, uma organização, um indivíduo etc. Divulgação de fatos ou informações a respeito de pessoas, produtos ou instituições."

Direito de Resposta

LEI Nº 13.188, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2015. Dispõe sobre o direito de resposta ou retificação do ofendido em matéria divulgada, publicada ou transmitida por veículo de comunicação social. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:  Art. 1º Esta Lei disciplina o exercício do direito de resposta ou retificação do ofendido em matéria divulgada, publicada ou transmitida por veículo de comunicação social.

Função Conativa

Focada no receptor da mensagem. É caracterizada por uma linguagem persuasiva que tem o intuito de convencer o leitorCostuma se apresentar na segunda ou na terceira pessoa com a presença de verbos no imperativo e o uso do vocativo. É muito utilizada nas propagandas, publicidades e discursos políticos, a fim de influenciar o receptor por meio da mensagem transmitida. 

Estilos de Comercial

Terence Shimp definiu quatro Estilos de Realização de Comerciais dependendo do foco no qual se deve pretende concentrar a ação. 

I. Orientado para o Indivíduo - Um Tipo Humano conduz a mensagem publicitária -
conhecido ou não. Ex. pessoas famosas em geral.
II. Orientado para a História - Uma narrativa conduz a mensagem publicitária - direta ou indiretamente. Direta  mensagem quem dá são os personagens da
narrativa. Indireta – mensagem quem dá é em off.
III. Orientado para o Produto - O produto e sua demonstração e/ou apresentação conduzem a mensagem publicitária.
IV. Orientado para a Técnica - Considerado mais difícil. Um elemento irreal (personagem), ou inverossímil (situação) conduz a mensagem publicitária.

Título Publicitário

O título é considerado o elemento mais importante do anúncio. Ele quem chama a atenção do leitor (consumidor) para o corpo de texto onde estão as principais informações técnicas do produto anunciado. Entre as principais qualidades do título devem estar presentes a originalidade e o surpreendente. Um bom título deve ser capaz de despertar a atenção do leitor, prendendo o seu interesse para as informações técnicas contidas no corpo do texto. 

Texto Narrativo

Texto narrativo é um texto que esboça as ações de personagens num determinado tempo e espaço. Costuma ser escrito em prosa e nele são narrados fatos e acontecimentos. Alguns textos narrativos são: romance, novela, conto, crônica e fábula.

Sub-Título

É a informação que vem logo abaixo do título, em geral no espaço de uma frase, no máximo em duas linhas.  A função é semelhante à do sobretítulo, ou seja, contextualizar o título, desobrigando-o de abarcar toda a informação. Também é conhecido como sutiã, linha fina.
Publicidade e Propaganda A função do Subtítulo é completar o sentido do Título ou deixá-lo mais elucidativo.

Redação Publicitária

A redação publicitária pode ser definida como a elaboração criativa de anúncios e peças publicitárias. É um texto persuasivo, coloquial, caracterizado pelo uso da ordem direta, das abordagens racional e emocional e de temas diretos ou indiretos. O texto publicitário ressalta qualidades e expõe ideias sobre o produto além de explicar características e aspectos do produto.

Todos os direitos reservados (C) 2015 Comuniqueiro